Alois Hunka

Alois Hunka Nasceu em Natal, em 1965, aos 10 anos mudou-se para o Recife iniciando seus estudos de pintura. Aos 22 anos iniciou sua carreira profissional pintando casarios e paisagens em óleo sobre tela.
Já amadurecido, enveredou pelo abstrato produzindo trabalhos leves, limpos e com forte tendência ao monocromático, Mesmo quando utilizava cores, o fazia com moderação.
No final de 1989, já produzindo telas com forte conteúdo, montou uma exposição permanente em um escritório de arquitetura e ali permaneceu durante quatro anos, onde teve a oportunidade de se relacionar com vários profissionais do meio.
Incansável, jamais abandonou a pesquisa. Sempre buscando novos materiais e desenvolvendo novas técnicas, visando um trabalho equilibrado e forte o suficiente para deixar sua marca. Apesar das texturas e traços fortes, seu objetivo é proporcionar paz e tranqüilidade não só para se, que o produz, como também para o público que observa.
Embora seus trabalhos sejam predominantemente abstratos, seu gosto pelo figurativo o faz um permanente estudioso na arte de desenhar e fazer esculturas. Eclético, utiliza os mais diversos materiais tais como argila, madeira e pedra. Admirador profundo das formas femininas, plasticamente perfeitas e belas, com prazer as inclui em seus estudos.
Em Aldeia, também em Pernambuco, onde ficou por um ano, aprimorou suas técnicas em escultura figurativa em pedra calcaria, e se tornou ainda mais apaixonado por esta arte. Recentemente começou a produzir peças abstratas, extremamente requintadas, deixando ainda mais claro sua veia abstracionista.
Um ano depois, mudou-se para Gravatá. Lá montou seu atelier em um casarão secular, tombado pelo patrimônio histórico do Município, onde pode receber confortavelmente clientes e admiradores de seu trabalho, que mantinha-se em exposição permanente.